Tudo sobre conjuntivite

Hoje em dia, todo o cuidado é pouco no que toca á prevenção de doenças contagiosas. Já é comum ligar a televisão para ver o noticiário e ouvir notícias de surtos de doenças contagiosas como por exemplo a gripe A ou a gripe das aves. Mesmo não sendo uma doença muito grave, a conjuntivite é muito contagiosa, podendo ser transmitida de diversas maneiras. Devido a esse fato, existem vários cuidados que se devem ter para prevenir que se alastre. De seguida estão informações sobre esta doença, como por exemplo as causas do seu aparecimento, como se tratar e também medidas de prevenção.

shutterstock_9868531

O que é a conjuntivite?

A conjuntivite é uma doença que causa inflamação numa membrana transparente que cobre a parte interna das pálpebras. Ao acontecer isto, os vasos sanguíneos que se encontram na esclera (parte branca do olho), tornam-se maiores, consequentemente tornando os olhos vermelhos. Esta é uma doença que afeta não só os Humanos mas também os animais, onde os de maior incidência são os cães. Também a época do ano onde se verificam a maioria dos casos é durante o verão. Isto deve-se ao fato de que com o aumento da temperatura, vêm o suor e o tempo seco o que são as condições mais favoráveis para o aparecimento da doença.

Como se manifesta?

A conjuntivite manifesta-se entre 2 a 14 dias após o contágio e dura em média 15 dias. Tal como já foi dito a principal característica desta doença são os olhos vermelhos. Apesar disso a conjuntivite manifesta-se de outras maneiras, sendo que todas são sintomas muito comuns. Alem deste também se podem apresentar sintomas como lacrimejamento, visão embaciada e pálpebras inchadas. Em alguns casos mais graves também se verifica fotofobia, o que provoca dor ao olhar para a luz.

O que causa conjuntivite?

Esta doença possui três tipos, sendo que cada um deles é causado por diferentes razões. São eles o viral, a alérgica e a bacteriana.

A conjuntivite viral é a mais comum e na maior parte dos casos é causada devido ao Adenovírus. Esta também provoca sintomas como febre e sintomas de infeções respiratórias.

No caso da conjuntivite alérgica, a doença é causada quando os olhos entram em contacto com alguma substancia no ar que provoque irritação. Por exemplo areias, pólen e poeiras são as mais comuns.

A conjuntivite bacteriana é a menos comum dos três tipos desta doença. Ao contrário da viral, esta não é causada devido a um vírus mas sim a uma bactéria. Staphylococus aureus e Haemophilus influenzae são as que causam a maioria dos casos.
Tratamento

Ao experienciar algum destes sintomas deve consultar um oftalmologista o mais rapidamente possível. Mesmo que tenha feito o autodiagnostico da doença e saiba como a tratar é sempre recomendável procurar ajuda medica. Isto devido ao fato que existem várias doenças que podem causar os mesmos sintomas da conjuntivite e assim poderia estar a tratar uma doença que não tem, podendo piorar o seu estado.

Após consultar um oftalmologista, este vai receitar um leque de antibióticos, anti-inflamatórios ou antialérgicos dependendo do tipo de doença que possui. Alem disso, a conjuntivite pode ser combatida geralmente lavando os olhos todos os dias com soro fisiológico.

Medidas de prevenção

Existem vários hábitos que pode adotar no seu dia-a-dia de modo a prevenir o aparecimento desta doença. Algo que deve ter sempre em conta, é de lavar várias vezes ao dia as mãos e o rosto. Troque com frequência as toalhas da casa de banho e também a capa das almofadas. Evite também coçar os olhos e banhos intensivos de sol. Alem disso, evite frequentar lugares onde saiba que estiveram pessoas com essa doença, pois sendo esta muito contagiosa, você pode facilmente apanha-la dessa maneira. Algo que também ajuda na prevenção não só desta doença mas também de muitas outras é não partilhar os objetos pessoais. Objetos como esponjas, escova de dentes, maquilhagem, pentes, entre outros não devem ser partilhados visto que são possíveis transportadores de microrganismos que provocam certas doenças.