Diferença entre o inconsciente e o subconsciente

Sigmund Freud descreveu a mente humana de uma forma que até hoje é utilizada pelos psicólogos e psiquiatras. Suas definições de consciente, inconsciente e subconsciente são o foco de estudos de áreas como a psicanálise e é nestes conceitos que ela está centrada. O que ocorre é que muitas pessoas utilizam os termos criados por Freud inconsciente e subconsciente como sinônimos, mas esta não foi a definição criada por este autor.

subconsciente

O inconsciente
Em poucas palavras podemos dizer que o inconsciente é onde estão armazenadas as informações que nos foram passadas mas que estão reprimidas e não é facilmente trazidas a mente consciente, podendo ser oriundas de algum trauma ou até mesmo apenas memórias, simples pensamentos, desejos e impressões que temos mas que estão abaixo da memória realmente acessível. Para Freud, este tipo de pensamento pode desencadear doenças, problemas mentais, neuroses e uma série de questões.

A memória subconsciente
Embora muitas vezes até psicólogos e psiquiatras não saibam que exista diferenças, há muita diferença entre o inconsciente e subconsciente. Diferentemente do inconsciente, o subconsciente está logo abaixo da consciência e é facilmente acessível se você se esforçar para isso. Um exemplo disso, é a memorização de um número telefônico. Esta informação não está na sua memória consciente, mas no seu subconsciente. Se você pensar muito e se esforçar, você consegue lembrar-se do número que você busca, mas você não tem um acesso direto a ela, como no caso da memória consciente. Para descobrir o número de telefone você precisa voltar toda sua atenção para a sua memória, até se lembrar. Todas lembranças que você consegue lembrar-se diretamente e não requerem foco ou atenção, estão na sua memória consciente. Já quando alguém lhe pergunta o que você deseja para o futuro, precisará acessar o seu subconsciente para responder.

As diferenças entre o inconsciente e o subconsciente
Agora imagina que alguém lhe peça para descrever qual foi o pior dia da sua vida. Você certamente não irá descrever o pior, mas irá buscar no seu subconsciente um dia que de fato tenha sido muito ruim. Isso porque você conseguirá encontrar na sua memória fatos de muito ruim que aconteceram, mas certamente o pior dia da sua vida está no seu inconsciente, o dia realmente traumático e que sua mente bloqueou ou reprimiu. De acordo com Freud, uma das diferenças entre inconsciente e o subconsciente é que o inconsciente trabalha como um mecanismo de proteção sobre a nossa mente. Você pode até encontrar o pior dia da sua vida, mas precisará de terapia para acessar camadas de sua mente tão profundas e escondidas em um lugar bem longe de seus consciente e subconsciente.

Outras definições
A definição de Freud não foi única. Outros psiquiatras e psicólogos tiveram diferentes definições sobre o assunto. Para Carl Jung, o inconsciente era o repositório de todos os aspectos que não estavam integrados a personalidade das pessoas. Jung ainda definiu como “inconsciente coletivo” todo grupo de imagem, informações e ideias que estavam presentes em todas pessoas, independente de sua formação cultural.

Como acessar o inconsciente
O inconsciente é a única memória que não pode ser acessada diretamente e para isso ocorrer deve haver algum evento que acesse a nossa mente, mas não de forma direta. A hipnose é um desses métodos, pois o inconsciente é acessado durante o sono e com esta técnica, o terapeuta consegue manipular o paciente de forma que ele lhe diga o que ocorre durante o sono.

Outra forma de acesso ao inconsciente são os atos falhos, também conhecidos como lapsos freudianos. Segundo Freud, este é um erro na fala e memória que é causada pelo inconsciente. Para ele, é através de um ato falho que um desejo reprimido vem a tona. Um exemplo disso é quando o marido, ao chamar sua esposa, fala o nome da amante.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s